segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Show de Cantores é a atração do CEU das Artes na sexta, 24

O CEU das Artes, equipamento de Cultura, da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude realiza em parceria com o professor de canto Edmo Perandim, na sexta, 24 de novembro, às 20h, com entrada gratuita, a apresentação “Show de Cantores” que é uma celebração da turma de Treinamento Vocal em Belting Contemporâneo.

O projeto trata- se de uma parceria entre a Comunidade Recado com o Edmo Guimarães. "A cada encontro vamos descobrindo as várias possibilidades que essa técnica incrível proporciona". Informa o professor de canto sobre as audições realizadas no decorrer do curso.

O Belting Contemporâneo foi desenvolvido pelo Maestro Marconi Araújo e visa minimizar ao máximo o esforço vocal, ampliando toda a capacidade sonora do ator-cantor, partindo da voz falada e ascendendo à voz cantada, usando o conhecimento das musculaturas do aparelho fonador e a aplicação destas nas diferentes nuances da dramaturgia - principalmente no teatro musical.


Quem canta só pode ser muito feliz!

Tatuí realiza 1ª Mostra Municipal de Dança na Concha Acústica


A Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, com o intuito de valorizar a Dança, como manifestação artística destacando sua expressividade no cenário cultural realiza ás 19h do sábado 25 de novembro a 1ª Mostra Municipal de Dança de Tatuí na Concha Acústica “Spartacco Rossi” situado na Praça Antônio Prado.
A Mostra terá cerca de duas e meia de apresentações dos mais variados gêneros: balé, dança moderna, dança de rua, dança de salão, danças tradicionais de diversos estados e países. Uma grande diversidade de tipos de dança serão apresentadas por 341 bailarinos, alunos e profissionais, que se dividem no palco com o intuito de promover a dança como manifestação artística e integrando grupos e bailarinos da cidade.

A Mostra que não tem caráter competitivo recebeu 40 inscrições das mais diversas academias, escolas e grupos da cidade: Academia de Dança Rit’s, Ballet do CEU das Artes, Ballet do Departamento de Esportes, Balleteatro Fred Astaire, Cia de Danças Árabes Mariana Ribeiro, Clube de Campo de Tatuí, Instinto Urbano Crew, ST DNC, Stúdio Sil Verzinhassi, Teatro de Dança Rosinha Orsi e Trupe de Danças Flávia Piazzi. 

Dia do Músico é comemorado no CEU das Artes de Tatuí

O CEU das Artes, equipamento de Cultura, da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude realiza no dia 22 de novembro, quarta-feira, às 10h00, com entrada gratuita, apresentação em comemoração do Dia do Músico, com o Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí, que realiza de 57ª Semana da Música da Instituição até o dia 25.

O Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí tem por objetivo a interpretação e a divulgação do repertório europeu dos séculos XVI a XVIII. É formado por professores, alunos bolsistas de nível avançado e conta também com a participação de músicos convidados conforme o programa a ser executado. De acordo com a coordenadora do grupo, Selma Marino, seu principal objetivo é resgatar e transmitir não apenas a música antiga, mas a própria visão de mundo que imperava nos períodos do Renascimento e Barroco.

No repertório uma sonata para flauta e cravo Obligatto do compositor Johann Sebastian Bach (1685-1757), atribuída a Carl Philipp Emmanuel Bach. Os músicos executarão também o “Concerto em Fá maior para flauta doce, trompa e baixo contínuo” do alemão Georg Philip Telemann (1681-1767) e a “Aria decima terza sopra questa bela sirena” do italiano Marco Uccelini (1603-1680). O programa traz ainda “La Furstemberg”, canção anônima com arranjo de Josse-François-Joseph Benaut (1741-1794), e a “Sonata XII em Fá maior para flauta doce e baixo contínuo” do italiano Benedetto Marcello (1686-1739).


O Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí se apresenta com Aléxia Martins Santana e Selma Marino (flauta doce), Ananda Miranda (alaúde e archialaúde), Maria Eugênia Sacco (cravo), Gustavo Cardamoni Carloni (viola de gamba) e Ivan Roberto de Oliveira (archialaúde e guitarra barroca).

Música na Praça desta sábado comemora o dia do Músico e da Consciência Negra

O Projeto Música na Praça, ação cultural da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude da Prefeitura de Tatuí apresenta neste sábado, 25, às 11h na Praça da Matriz apresenta a “Metais do Roque” coordenador por Bob Percussa.

Metais do Roque é um projeto idealizado pelo percussionista, Bob Percussa e que tem como principal objetivo a divulgação e popularização do instrumental de sopros e percussão, utilizando para tanto o Rock'n Roll e o Metal, estilos musicais já consagrados pela crítica em geral. O Grupo apresenta em seu repertório clássicos de Nirvana, Black Sabbath, Deep Pupple, System of a Down, Guns ´n Roses dentre outros.

O Música na praça deste final de semana comemora duas importantes datas municipais: O dia 20 de novembro – Dia da Consciência Negra com o projeto “Varal da Nossa História” que é uma compilação de peças gráficas, textos e fotografias de personagens brasileiras e africanas reunidas pela jornalista Rafaele Breves em parceria com o NAF (Núcleo Afro Feminino de Tatuí). Dandara dos Palmares, Tereza de Benguela, Carolina Maria de Jesus, Conceição Evaristo serão algumas das personagens lembradas nessa exposição, além de Cesarina da Fonseca, mulher, negra e moradora de Tatuí também foi escolhida para ter sua história exposta no varal.

Outra festividade que será lembrada no Música na Praça será o Dia do Músico que festejado no dia 22 de novembro e que é um grande expoente da Capital da Música.


Sobre o Projeto Música na Praça
O Música na Praça é um projeto cultural da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude em parceria com os agrupamentos musicais e cantores da cidade para valorizar o bem cultural de expansão internacional que é a música.
Desde que teve início em abril de 2017, o Projeto Música na Praça tem recebido grande satisfação do público e tem propiciado grande qualidade musical da cidade. Até o momento o projeto “Música na Praça” tem apresentado repertório variado que vai do erudito ao popular e já recebeu a Banda Sinfônica Jovem, a Big Band e o Grupo de Percussão do Conservatório de Tatuí, a Orquestra Bravo, Banda Jovem da Associação Pro-Arte, a Banda Fours Stages, Grupo Seresteiros com Ternura, Readrisax, a cantora Evelyse Almeida, Julinho Ferrazi, Corporação Musical Carlos Gomes de Cesário Lange, Projeto Maracutaia, Orquestra Filarmônica Cortez, o Grupo de Violeiros de Conchas, Banda Municipal de Itapetininga Maestro Edil Lisboa, Confraria do Cavaco, Corporação Lira Santa Cecília de Pereiras, Big Band Jovem do Conservatório de Tatuí,  Banda SP 127, Banda Musical Bodo Batista de Guareí, Confraria Violeira, Camerata Les Ensembles e Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí.

Realização: Prefeitura de Tatuí. Execução: Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude. Apoio Cultural: COOP – Cooperativa de Consumo

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Conservatório de Tatuí apresenta o espetáculo “Companhia Mambembe de Variedades”

A peça aborda o amor maternal e os desafios do filho que rompe o cordão umbilical para encontrar sua própria identidade
A Cia. de Teatro do Conservatório de Tatuí – instituição do Governo do Estado de São Paulo e Secretaria da Cultura do Estado – apresenta nesta sexta-feira, dia 17, o espetáculo “Companhia Mambembe de Variedades”. A peça trata das incertezas e dos conflitos que acometem mãe e filho quando este decide romper o cordão umbilical e ir atrás de seus sonhos. É uma reflexão sobre o amor maternal, com suas qualidades e seus defeitos.
De acordo com o coordenador do grupo, Rogério Vianna, o trabalho é inspirado livremente na obra “Vem Buscar-me que ainda sou teu” de Carlos Alberto Soffredini – dramaturgia que tem como pano de fundo a peça “Coração Materno” de Alfredo Viviani e a canção homônima de Vicente Celestino. “No espetáculo, a receita do coração materno adicionou em excesso a relação do envolvimento mental entre filho e mãe. Ele, aprisionado ao cordão umbilical, não consegue realizar seus próprios desejos, o que o transforma em um ser sem identidade, incapaz de distinguir a realidade de um pedido quase que infantil”, destaca.
O espetáculo utiliza o recurso da metalinguagem, que leva o público a mergulhar no universo do teatro por trás das coxias, o lugar invisível aos olhos da plateia onde estão as inseguranças e os conflitos desses personagens – e dos atores também, que se fundem durante a encenação.
A Cia. de Teatro do Conservatório de Tatuí é um grupo pedagógico-artístico que tem em sua formação alunos bolsistas, professores e monitores. Suas atividades garantem aos estudantes a experiência de atuar ao lado de profissionais, constituindo-se uma ferramenta essencial na sua qualificação para o mercado de trabalho.
Para cumprimento da experiência profissional dos alunos do Setor de Artes Cênicas que atuam na Cia. de Teatro em 2017, foi elaborado um projeto intitulado “Teatro Popular”, com o objetivo de pesquisar formas populares de contar uma história ao público. Uma frase de Augusto Boal norteou a pesquisa: “Atores somos todos nós, e cidadão não é aquele que vive em sociedade: é aquele que a transforma”. Assim surgiu a proposta de mostrar o lado humano do ator que, em cena, é um personagem, mas que também vive seus anseios, medos e inseguranças – uma forma de representar a vida na arte.
Apoio cultural – O Conservatório de Tatuí orgulha-se em receber o apoio cultural de Coop e CCR SPVias.
SERVIÇO


Cia. de Teatro do Conservatório de Tatuí

Espetáculo “Companhia Mambembe de Variedades”
Rogério Vianna, coordenação

Data: 17 de novembro, sexta-feira
Horário: 20h00
Local: Teatro Procópio Ferreira
Rua São Bento, 415, Tatuí
Ingressos: R$ 12 (meia-entrada: R$6)